(91)99196-7579

NO AR

Programação Evangelica

popularfmdomarajo.com.br

Brasil

DJ que tocou em festival internacional e outros quatro são presos por tráfico em boate no RJ

Equipes flagraram a venda de drogas, entre comprimidos de ecstasy, maconha, cocaína e frascos de "cheirinho da loló". Casa noturna fica em Rio das Ostras e foi fechada.

Publicada em 17/02/19 às 20:52h

por Viviane Lopes e Fernanda Soares


Compartilhe
   

Link da Notícia:

O DJ Gabe, que tocou no Tomorrowland Brasil 2016, e outras quatro pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas na boate La Playa, em Rio das Ostras (RJ), na noite deste sábado (16). Antes do flagrante, o DJ postou um vídeo da festa em uma rede social.

De acordo com informações da assessoria de comunicação da Polícia Civil, os outros presos são Márcia Vanessa Correa, Thiago Barbosa da Silva, Rodrigo Muller Barbosa da Silva e Vitor Matias Gama. O G1 tenta contato com a defesa deles.

Segundo o delegado Ronaldo Andrade Cavalcante, da 128ª Delegacia de Polícia, a Operação Dama de Negro flagrou a venda de drogas, entre comprimidos de ecstasy, maconha, cocaína e frascos de "cheirinho da loló". A polícia fechou e pediu a cassação do Alvará do estabelecimento.

"Encontramos muita droga no local, principalmente 'cheirinho da loló' e droga sintética. Havia droga no chão, no banheiro, entre as garrafas de bebidas e, inclusive, em setores privados da casa de show, como na cozinha e no estoque", disse Ronaldo.

G1 entrou em contato com a boate La Playa e aguarda um posicionamento.

Agentes das polícias Civil e Militar, e da Guarda Municipal, participaram da operação, que teve policiais à paisana dentro da boate.

Segundo o delegado, quando os policiais disfarçados identificaram que a venda dos entorpecentes estava acontecendo, acionaram o restante dos agentes, que cercaram o estabelecimento na Av. Euclides da Cunha, na Enseada das Gaivotas.

O DJ Gabriel Antônio Serrasqueiro, que é de São Paulo, e o assistente dele estavam com droga sintética (ecstasy), maconha, cocaína e frascos com medicamentos, afirma Ronaldo Andrade Cavalcante.


G1 entrou em contato com o DJ Gabe através do e-mail disponibilizado na página oficial dele em uma rede social e aguarda um posicionamento sobre o caso.

As outras três pessoas presas são de São João de Meriti. Elas entravam e saíam da boate para buscar o material que ficava em um carro, segundo o delegado. Todos serão transferidos para um presídio de Campos dos Goytacazes neste domingo (17) e vão responder por tráfico de drogas.

Os proprietários da casa noturna foram ouvidos e liberados da delegacia por falta de provas de envolvimento no esquema.

"Por falta de elementos que vinculem eles à venda drogas ou mesmo que indiquem a permissão da atividade dentro do estabelecimento, o flagrante não foi feito. Mas o inquérito foi aberto e tudo aponta para a impossibilidade de ocorrer o tráfico sem que os donos soubessem ou notificassem a polícia", disse o delegado.

Outras pessoas chegaram a ser detidas, mas foram liberadas após serem registradas como usuárias de drogas.




Enquete
Qual seu perfil de música predileto?

 Agitado
 Gospel
 Lançamentos
 Nenhuma dessas
 Recordações
 Românticas







.

LIGUE E PARTICIPE

Visitas: 30779
Usuários Online: 40
Copyright (c) 2021 - POPULAR FM